Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Já não tem ereções como há 17 anos atrás

por FernandoMesquita, em 16.06.15

sexo-casual.jpg

 

Aqui fica mais um pedido de ajuda de uma leitora do nosso BLOG.
Aproveite e dê o seu apoio através de um comentário!

Estes testemunhos são reais e poderão ajudá-l@ a compreender também os seus problemas...
PARTILHE AS SUAS EXPERIÊNCIAS ... AJUDE OS OUTROS !!!
 
(Nota: alguns destes pedidos serão publicados na Revista ANA de forma anónima)


 

Bom dia,

há 17 anos atrás tive um caso com uma pessoa sexualmente muito activa. Não tinha algum problema de ereção. Hoje passados 17 anos voltámos a encontrar-nos e ele tem imenso desejo, tem orgasmos facilmente mas não tem muita erecção. Eu penso que seja ansiedade, mas não sei nem como abordar o assunto sem o ferir. Sei que o problema não está em mim, somos muito compativeis sexualmente. Preciso que me ajudem, que me digam o que posso fazer para mudar esta situação."

 




 
A NOSSA RESPOSTA


Cara leitora não se esqueça que esteve com esse homem há 17 anos atrás, e não ontem!

 

Com a passagem dos anos o organismo sofre várias modificações e, assim, a sexualidade também se vê alterada. Isso não quer dizer que a sexualidade dos mais velhos tenha de ser necessariamente pior que a dos mais jovens. É apenas diferente! Por exemplo, com a idade a circulação sanguínea enfraquece e a sensibilidade dos órgãos sexuais decresce.

 

Consequentemente, apesar do desejo sexual poder ser o mesmo, o corpo não responde com o mesmo vigor da juventude, sendo as ereções menos rígidas que nessa altura. Homens e mulheres passam a precisar de mais carícias e preliminares para ficarem excitados. No homem, a sensibilidade do pénis e, em especial, da glande diminui requerendo estímulos maiores e mais prolongados das zonas erógenas para possibilitar a excitação e o orgasmo.

 

Fernando Eduardo Mesquita
Psicólogo - Sexólogo Clínico
Tel: 969091221



QUAL A SUA OPINIÃO?
DEIXE O SEU COMENTÁRIO!
AJUDE OS OUTROS COM A SUA PRÓPRIA EXPERIÊNCIA DE VIDA, OU PARTILHE TAMBÉM EXPERIÊNCIAS SEMELHANTES
 
A SUA AJUDA PODE SER FUNDAMENTAL...
OBRIGADO!

 
Importante: se tiver alguma questão a colocar deverá enviar mail para: psicologiananet@gmail.com
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:50

Um dia ejaculei antes da hora ...

por FernandoMesquita, em 18.03.15

ejaculacao prematura.jpg

 

 

   Aqui fica mais um pedido de ajuda de um leitor do nosso BLOG.

Aproveite e dê o seu apoio através de um comentário!

Estes testemunhos são reais e poderão ajudá-l@ a compreender também os seus problemas...
PARTILHE AS SUAS EXPERIÊNCIAS ... AJUDE OS OUTROS !!!
 
(Nota: alguns destes pedidos serão publicados na Revista ANA de forma anónima)

 

Bom dia

 

namoro há 6 meses, preciso da ajuda de vocês, no começo nosso sexo era perfeito, ate que um dia eu ejaculei antes da hora ai comecei a me preocupar e ate hoje não paro de pensar se vou conseguir ou não.

 

É o dia inteiro pensando ai chega de noite e as vezes beleza dá tudo certo mas ai no outro dia de tanto me preocupar já não dá certo e é assim que eu estou...

 

Ás vezes não fica erecto ai tentamos depois que eu me acalmar e beleza ...

 

O que eu tenho por favor pode me ajudar?

 

  

A NOSSA RESPOSTA

Caro leitor

 

utiliza-se o termo de Ejaculação Prematura quando um homem ejacula mais rapidamente do que deseja ou quando a ejaculação está fora do seu controlo. Este é um dos problemas sexuais mais comuns entre os homens, mas também é um dos mais facilmente ultrapassáveis.

 

Geralmente esta dificuldade está associada a questões de ansiedade. Em alguns casos esta ansiedade estabelece-se através da prática de uma masturbação rápida ou uma educação sexual repressiva.

 

Noutros casos, os homens tornam-se ejaculadores prematuros porque ficam ansiosos ou inseguros pelo receio de serem criticados por não conseguirem dar prazer suficiente ao parceiro.

 

Existem, ainda, casos de ejaculação prematura quando um homem está zangado com a parceira, mas não tem capacidade para expressar de outra forma os seus sentimentos.

 

Embora estes casos não sejam os únicos que potenciam a ejaculação prematura, são os mais frequentes.

 

O tratamento pode envolver alguma medicação e uma intervenção psicoterapêutica especializada. Na maioria dos casos, os tratamentos são centrados na “re-aprendizagem” gradual do controlo de estímulos através de exercícios de masturbação e focos sensoriais. Por exemplo, quando estiver a masturbar-se e sentir que está quase a ejacular pare! Aguente alguns segundos (até diminuir a sensação de que está próximo a ejacular) e volte a masturbar-se. Repita este processo e ejacule após 3 paragens. Este exercício permitir-lhe-á tomar maior consciência da eminência ejaculatória e controlar melhor a sua ejaculação.

 

Este é apenas um dos vários exercícios que podem ser sugeridos por um sexólogo. Cada tratamento deve ser adaptado a cada caso. Devo ainda referir que, sempre que possível, o parceiro é incluído no processo terapêutico. Se sentir que estas dificuldades persistem pondere procurar ajuda.

 

 

Relativamente às dificuldades de ereção, que sente às vezes, podem estar associadas à ansiedade que tem por receio de não conseguir controlar a ejaculação o tempo suficiente. Portanto, muito provavelmente, se conseguir ultrapassar a ejaculação prematura esta dificuldade irá desaparecer.  

 

 Fernando Eduardo Mesquita

Psicólogo - Sexólogo Clínico
Tel: 969091221

  

QUAL A SUA OPINIÃO? 
DEIXE O SEU COMENTÁRIO!
AJUDE OS OUTROS COM A SUA PRÓPRIA EXPERIÊNCIA DE VIDA, OU PARTILHE TAMBÉM EXPERIÊNCIAS SEMELHANTES
 
A SUA AJUDA PODE SER FUNDAMENTAL...
OBRIGADO!
 
Importante: se tiver alguma questão a colocar deverá enviar mail para: psicologiananet@gmail.com
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:19

Disfunção Erétil e uso de Esteroides

por FernandoMesquita, em 06.01.15

disfuncao eretil e esteroides.jpg

  Aqui fica mais um pedido de ajuda de um leitor do nosso BLOG.

Aproveite e dê o seu apoio através de um comentário!

Estes testemunhos são reais e poderão ajudá-l@ a compreender também os seus problemas...
PARTILHE AS SUAS EXPERIÊNCIAS ... AJUDE OS OUTROS !!!
 
(Nota: alguns destes pedidos serão publicados na Revista ANA de forma anónima)



“Tenho 30 anos e faço musculação. Depois de ter tomado esteróides durante algum tempo, comecei a ter dificuldade em ter erecção. Será que estou com algum problema de saúde?”

 

F.L. -  Leiria

 

 

 

A NOSSA RESPOSTA

Caro leitor

 

o uso inadequado de hormonas esteroides, para aumentar massa muscular, pode de facto prejudicar o desempenho sexual.

 

Ao ser injetada uma hormona artificial, que é produzida naturalmente pelo organismo, como é o caso da testosterona, um dos efeitos colaterais é a alteração no metabolismo dos testículos que deixam de funcionar adequadamente. Digamos que os testículos “ficam preguiçosos”, ou seja não precisam de funcionar, já que o organismo recebe testosterona por via externa.

 

Ao não funcionarem adequadamente os testículos acabam por atrofiar o que vai afetar todas as funções deste órgão, entre as quais a produção de testosterona (hormona reconhecida pela sua importância nas funções sexuais). Da mesma forma existe inibição da produção de espermatozóides, podendo levar à infertilidade (dificuldade reprodutiva devido à escassa produção de espermatozóides) ou esterilidade (ausência de capacidade reprodutiva), dependendo do uso destas drogas.

 

Além disso o uso de esteroides potencia o risco de neoplasia/cancro (principalmente da próstata).

 

 Fernando Eduardo Mesquita

Psicólogo - Sexólogo Clínico
Tel: 969091221

  

QUAL A SUA OPINIÃO? 
DEIXE O SEU COMENTÁRIO!
AJUDE OS OUTROS COM A SUA PRÓPRIA EXPERIÊNCIA DE VIDA, OU PARTILHE TAMBÉM EXPERIÊNCIAS SEMELHANTES
 
A SUA AJUDA PODE SER FUNDAMENTAL...
OBRIGADO!
 
Importante: se tiver alguma questão a colocar deverá enviar mail para: psicologiananet@gmail.com
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:16

Mal tento penetrar perco a ereção

por FernandoMesquita, em 13.11.14
 
Aqui fica mais um pedido de ajuda de um leitor do nosso BLOG.
Aproveite e dê o seu apoio através de um comentário!

Estes testemunhos são reais e poderão ajudá-l@ a compreender também os seus problemas...
PARTILHE AS SUAS EXPERIÊNCIAS ... AJUDE OS OUTROS !!!
 
(Nota: alguns destes pedidos serão publicados na Revista ANA de forma anónima)



"Boa noite doutor, 

desculpe estar a incomodar mas estou mesmo a precisar de ajuda e estou um pouco perdido. Chamo me XXXXX e tenho um problema do qual já não consigo pensar em soluções pois já perdura à cerca de 7 meses. 


Sou um rapaz de 20 anos (virgem) e à cerca de 7 meses conheci a minha actual namorada (ja teve varias experiências sexuais) da qual estou completamente apaixonado. Desde a primeira vez que tentamos estar juntos que tive problemas a obter uma ereção de modo a puder realizar o acto sexual. Desde então e ao longo destes 7 longos meses tentamos bastantes vezes e não conseguimos. 


Cheguei a visitar um urologista e um endocrinologista dos quais fiz análises hormonais e chegou se à conclusão que o problema é muito provavelmente psicológico. O urologista receitou me cialis, cheguei a tomar mas a minha namorada não se sentiu confortável e por isso não realizamos o acto sexual (sentiu-se pressionada). 


Há pouco tempo consegui chegar ao momento da penetração mas mal isso aconteceu perdi rapidamente a minha ereção. 


Estou completamente desesperado e passo os dias a pensar no mesmo e em como resolver este problema que me anda a assombrar. Acha que devo visita-lo ou será algo que com o tempo e mais persistencia irá resolver-se? 


Estou a precisar de ajuda urgentemente. 


Obrigado"
 

 

A NOSSA RESPOSTA

Caro leitor 

existem causas físicas, psíquicas/psicológicas, ou conjuntas, apontadas para as dificuldades de ereção. Uma vez que refere ter sido avaliado por um médico e que este lhe disse ser um problema psicológico, vamos tentar analisar o seu caso sob este ponto de vista. 

Muitos homens têm dificuldade de ereção na primeira relação sexual. Então, por que motivo uns conseguem ultrapassar essa situação e outros não? Tudo depende da importância que atribuem a essa dificuldade! Se assumir que esse acontecimento é uma “catástrofe” para a sua autoconfiança e masculinidade, então muito provavelmente vai ter dificuldade nas próximas vezes. E porquê? Porque vai aumentar o seu estado de ansiedade, que é dos principais meios para “atrapalhar” aquilo que tanto deseja! 

Nestes casos estabelece-se um ciclo vicioso em que, após uma experiência que correu mal, existe uma extrema ansiedade de antecipação e/ou preocupação excessiva, para que tudo corra perfeitamente e que se mantenha a ereção, que acaba por ter o efeito oposto. É muito importante que perceba este ciclo vicioso e que procure evitá-lo: relaxe, não desista se começar a sentir que está a perder a ereção. 

Foque-se nas zonas do corpo que mais gosta na sua namorada. Se tiver dificuldade em manter a ereção aproveite para desfrutar do momento através de massagens, beijos, carícias etc. 

Numa relação amorosa o importante é o prazer que se pode ter e proporcionar à outra pessoa, quer seja com, ou sem, a presença de ereção, orgasmo e/ou ejaculação. Quanto mais exigente for consigo mesmo, para ter uma ereção, mais difícil será que ela surja e que se mantenha. 

Se as dificuldades persistirem procure ajuda de um terapeuta sexual.

 

Fernando Eduardo Mesquita
Psicólogo - Sexólogo Clínico
Tel: 969091221

 

 

QUAL A SUA OPINIÃO? 
DEIXE O SEU COMENTÁRIO!
AJUDE OS OUTROS COM A SUA PRÓPRIA EXPERIÊNCIA DE VIDA, OU PARTILHE TAMBÉM EXPERIÊNCIAS SEMELHANTES
 
A SUA AJUDA PODE SER FUNDAMENTAL...
OBRIGADO!
 
Importante: se tiver alguma questão a colocar deverá enviar mail para: psicologiananet@gmail.com
 
 
 
VEJA AINDA:
- QUESTÕES DOS NOSSOS LEITORES
- FUI A UMA PROSTITUTA E NÃO TIVE EREÇÃO
- ACONTECEU EM TODAS AS MINHAS PRIMEIRAS VEZES
- MITOS & FACTOS - DISFUNÇÃO ERETIL
 
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:53

Fui a uma prostituta e não tive ereção

por FernandoMesquita, em 12.11.14

f_54310.jpg

  

"Olá Fernando, 
 
desde já agradeço o seu tempo e disponibilidade, acho que é a única pessoa que me pode ajudar, ou que pelo menos eu expor o meu problema. 
 
Perdi hoje a virgindade, aos 20 anos, com uma prostituta. 
 
Tive uma rapariga na adolescência que brincou comigo literalmente, passei dois anos a recuperar mais um nas drogas, e quando comecei a falar com raparigas outra vez tinha 18 anos e tinha perdido toda a minha confiança (que tinha antes de conhecer a rapariga). 
 
Hoje sou muito mais confiante, mas tinha vergonha de me envolver com uma rapariga que de certeza que era muito mais experiente do que eu e dizer-lhe que era virgem, cheguei a "fugir" algumas vezes quando começou a aquecer. 
 
Por isso decidi ir a uma prostituta, de longe a mulher mais atraente que já estive. Mas não fiquei erecto, fiquei um pouco no oral que me estava a saber muito bem, e estava a ver um mulherão mas não ficou duro, o oral também não durou muito tempo. Depois ainda tentamos mas não deu. 
 
Nunca pensei que isto acontecesse pois quando beijo uma rapariga na noite e "comemos-nos" fico erecto muito facilmente e rápido. 
 
Gostava de ter respostas, pois neste momento estou muito confuso. 
 
Nunca contei nada disto tudo que lhe escrevi a ninguém, nem a historia da rapariga, embora algumas pessoas saibam de leve. 
 
Muito obrigado,"
 

 

Aqui fica mais um pedido de ajuda de um leitor do nosso BLOG.
Aproveite e dê o seu apoio através de um comentário!

Estes testemunhos são reais e poderão ajudá-l@ a compreender também os seus problemas...
PARTILHE AS SUAS EXPERIÊNCIAS ... AJUDE OS OUTROS !!!
 
(Nota: alguns destes pedidos serão publicados na Revista ANA de forma anónima)

 

A NOSSA RESPOSTA 
 
Caro leitor 

existem causas físicas, psíquicas/psicológicas, ou conjuntas, apontadas para as dificuldades de ereção. Pelo relato que faz, parece-me tratar-se de um problema essencialmente psicológico, associado a altos níveis de ansiedade. 


Muito provavelmente, muitos homens teriam a mesma dificuldade em situações semelhantes. Em primeiro lugar porque ainda está a recompor-se de uma situação traumática que ocorreu há algum tempo. Depois, apesar do recurso à prostituição parecer mais fácil, pois limita-se a pagar um serviço sem que exista qualquer envolvimento emocional, aumenta a ansiedade por estar com alguém muito mais experiente sexualmente e que é totalmente desconhecida. 


Além disso procurar esse tipo de serviço, geralmente, existe apenas um propósito que é sexual! O que aumenta toda a pressão que possa sentir no momento, principalmente para alguém que não é muito experiente. 


Tudo isto vai fazer aumentar a ansiedade exponencialmente, principalmente para alguém que já é ansioso por natureza. E isto é meio caminho para que as coisas não corram como deseja! 


Esse é o motivo para que consiga ter ereções facilmente noutras situações, pois não existe este tipo de “pressão” e ansiedade. Quanto mais exigente for consigo mesmo, para ter uma ereção, mais difícil será que ela surja e que se mantenha.


Obrigado pela sua questão,

Psicólogo - Sexólogo Clínico
Tel: 969091221

 
VEJA AINDA:
 
 
QUAL A SUA OPINIÃO? 
DEIXE O SEU COMENTÁRIO!
A SUA EXPERIÊNCIA PODE SER FUNDAMENTAL...
OBRIGADO!
 
Importante: se tiver alguma questão a colocar deverá enviar mail para: psicologiananet@gmail.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:04

Perde erecção ao meter o preservativo

por FernandoMesquita, em 30.01.10

Aqui são publicadas algumas das questões enviadas para o e-mail (psicologiananet@gmail.com), tendo o especial cuidado de as tornar totalmente anónimas. Todas as perguntas têm uma resposta personalizada, enviada para o e-mail do autor da questão, mas pedimos que faça também um comentário às questões ou respostas que forem surgindo!!

 

Nota importante: os comentários não terão resposta por e-mail. MAS SÃO MUITO BEM-VINDOS

 

Estes testemunhos poderão ajudá-l@ a compreender que o seu problema não é único... 

PARTILHE AS SUAS EXPERIÊNCIAS ... AJUDE OS OUTROS !!!

 

Este Blog faz parte do site:

http://sexologia.no.sapo.pt

 

Veja também o nosso novo BLOG:

http://terapiassexuais.blogspot.com

 

 

 

 



"Ele voltou a perder a erecção

antes da altura de colocar o preservativo"

   

 

 

Boa noite,


tenho 22 anos e sou rapariga. Tenho namorado há dois meses, já nos conhecemos há mais tempo e a nossa relação é óptima. Já tivemos várias experiências íntimas e temos imenso à-vontade um com o outro. Não pudémos ter relações, porque fiz um tratamento médico, mas agora já podemos e ontem tentámos pela primeira vez. Na hora de colocar o preservativo ele perguntou-me se queria que o fizesse, ao que eu perguntei se ele queria também e ele interpretou mal a minha pergunta e ficou com medo que eu não quisesse, e perdeu a vontade e a erecção.

 

Hoje estivemos juntos, e ele voltou a perder a erecção antes da altura de colocar o preservativo, desta vez sem qualquer motivo. Ele diz que não sabe o que se passou, não se sente mal com nada e não pensou mais sequer no que se passou ontem. Fizemos três tentativas e aconteceu sempre.

 

Ele masturba-se quase todos os dias, 1 ou 2 vezes por dia. Já teve outros relacionamentos e nunca lhe tinha acontecido isto. Fuma marijuana ocasionalmente. Está muito assustado com isto e com medo de ficar assim para sempre.

 

Podem ajudar-me a esclarecer esta situação? Isto é normal acontecer? Ou há realmente motivos para preocupação?

 
Obrigado, aguardo então uma resposta

 

 

 

 

 

 

ENVIE TAMBÉM AS SUAS QUESTÕES PARA:

 

Se pretender fazer uma questão, para que possa ter uma resposta personalizada mande um e-mail para:
psicologiananet@gmail.com
 
 

FAÇA UM COMENTÁRIO À QUESTÃO ANTERIOR

 

Envie o seu comentário, ajude os outros com a sua própria experiência de vida, ou partilhe também experiências semelhantes...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

Já evito ter sexo...

por FernandoMesquita, em 02.01.10

 

Aqui são publicadas algumas das questões enviadas para o e-mail (psicologiananet@gmail.com), tendo o especial cuidado de as tornar totalmente anónimas. Todas as perguntas têm uma resposta personalizada, enviada para o e-mail do autor da questão, mas pedimos que faça também um comentário às questões ou respostas que forem surgindo!!

 

Nota importante: os comentários não terão resposta por e-mail. MAS SÃO MUITO BEM-VINDOS

 

Estes testemunhos poderão ajudá-l@ a compreender que o seu problema não é único... 

PARTILHE AS SUAS EXPERIÊNCIAS ... AJUDE OS OUTROS !!!

 

Este Blog faz parte do site:

http://sexologia.no.sapo.pt

 

Veja também o nosso novo BLOG:

http://terapiassexuais.blogspot.com

 

 

 

"Quando se aproxima a intimidade sexual simplesmente evito"


Boa noite,

tenho 21 anos e penso que sofro de algum tipo de disfunção eréctil. Já não tenho uma relação sexual completa á cerca de 2 anos, culpa de 2 experiências falhadas que me criaram o medo de sequer tentar ter algum tipo de relação. Quando se aproxima da intimidade sexual simplesmente evito.

 
De há uns tempos para cá isto começou a atormentar-me ainda mais, já que antes tinha as típicas erecções matinais quando acordava, e conseguia atingir uma erecção a 100% quando me masturbava, agora simplesmente não tenho nenhuma erecção matinal e mesmo quando me masturbo não consigo ter a erecção máxima que sempre tive, não fica totalmente erecto. Escusado será dizer que toda esta situação me está a destruir a auto-estima e penso mesmo que estou a ter alguns sintomas de depressão.
 
Gostava imenso de ajuda da vossa parte, já pensei em fazer analises aos níveis de testosterona, para ver se é esta a causa.
 
Mais alguns pormenores que posso adiantar... sempre me masturbei bastante, já tive uma relação duradoura em que não existiram problemas desta ordem, tirando a primeira tentativa, de resto sempre correu tudo na normalidade, mas por duas situações em que falhei, foram sempre com parceiras novas na primeira tentativa, uma delas consegui a erecção mas perdi a meio do acto.

 

 

ENVIE TAMBÉM AS SUAS QUESTÕES PARA:

 

Se pretender fazer uma questão, para que possa ter uma resposta personalizada mande um e-mail para:
psicologiananet@gmail.com
 
 

FAÇA UM COMENTÁRIO À QUESTÃO ANTERIOR

 

Envie o seu comentário, ajude os outros com a sua própria experiência de vida, ou partilhe também experiências semelhantes...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:05

DIficuldades na Erecção

por FernandoMesquita, em 13.12.09

Aqui são publicadas algumas das questões enviadas para o e-mail (psicologiananet@gmail.com), tendo o especial cuidado de as tornar totalmente anónimas. Todas as perguntas têm uma resposta personalizada, enviada para o e-mail do autor da questão, mas pedimos que faça também um comentário às questões ou respostas que forem surgindo!!

 

Nota importante: os comentários não terão resposta por e-mail. MAS SÃO MUITO BEM-VINDOS

 

Estes testemunhos poderão ajudá-l@ a compreender que o seu problema não é único... 

PARTILHE AS SUAS EXPERIÊNCIAS ... AJUDE OS OUTROS !!!

 

Este Blog faz parte do site:

http://sexologia.no.sapo.pt

 

Veja também o nosso novo BLOG:

http://terapiassexuais.blogspot.com

 

 

 

"Perco a erecção quando vou penetrá-la"


Boa tarde,

 

Gostaria de expor a minha situação para que analisem e me digam o que se passa comigo!

 

Tenho 21 anos e namoro com a mesma pessoa há mais de um ano. Desde que começámos a namorar até a data foi tudo normal, gostamos os dois bastante de sexo e praticávamos com regularidade, mais que 2 vezes por dia!


Agora, neste momento, não sei o que se passa comigo, tenho falta de desejo sexual, não tenho aquela vontade de fazer, talvez também porque me tem acontecido eu perder a erecção ao penetrá-la. Na masturbação ou no sexo oral não perco a erecção, mas quando vou penetrá-la perco, estou a ficar bastante constrangido e sem saber o que fazer, começo a ter receio de estar com ela e de fazer amor com ela!

 

Por favor peço que me ajudem!

 

ENVIE TAMBÉM AS SUAS QUESTÕES PARA:

Se pretender fazer uma questão, para que possa ter uma resposta personalizada mande um e-mail para:

psicologiananet@gmail.com
 
 

FAÇA UM COMENTÁRIO À QUESTÃO ANTERIOR

 

Envie o seu comentário, ajude os outros com a sua própria experiência de vida, ou partilhe também experiências semelhantes...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:45

Disfunção Eréctil

por FernandoMesquita, em 07.08.09

Deixe aqui as suas dúvidas, questões e sugestões...

 

 

 

  

Aqui são publicadas algumas das questões enviadas para o e-mail (psicologiananet@gmail.com), tendo o especial cuidado de as tornar totalmente anónimas. Todas as perguntas têm uma resposta personalizada, enviada para o e-mail do autor da questão, mas pedimos que faça também um comentário às questões ou respostas que forem surgindo!!

 

Nota importante: os comentários não terão resposta por e-mail. MAS SÃO MUITO BEM-VINDOS

 

Estes testemunhos poderão ajudá-l@ a compreender que o seu problema não é único... 

PARTILHE AS SUAS EXPERIÊNCIAS ... AJUDE OS OUTROS !!!

 

Este Blog faz parte do site:

http://sexologia.no.sapo.pt

 

Veja também o nosso novo BLOG:

http://terapiassexuais.blogspot.com

ola

 
é assim, eu pratico a masturbacao a muito anos tenho 20 anos e é raro o dia que nao me masturbo mas desde a primeira rapariga que tive que todas as outras com quem quero ter relacoes sexuais  quando vou para ter relacoes o meu orgao nao levanta e eu nao consigo perceber o porque ate porque quando me masturbo ele levanta rapido e fica duro muito tempo ja passei por vergonhas por causa disso.
 
Gostava que me ajudassem, sera que tenho que me dirigir a um medico?
 
  

 

  

ENVIE TAMBÉM AS SUAS QUESTÕES PARA:
 
Se pretender fazer uma questão, para que possa ter uma resposta personalizada mande um e-mail para:
 
  
 

FAÇA UM COMENTÁRIO À QUESTÃO ANTERIOR

 

Envie o seu comentário, ajude os outros com a sua própria experiência de vida, ou partilhe também experiências semelhantes...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:46

Perguntas e Respostas - Sexo pela 1ª vez

por FernandoMesquita, em 27.07.09
Perguntas e Respostas - Sexo pela 1ª vez

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:10


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Mensagens

Comentários recentes

  • anonimo

    Eu não sinto tesao quando Fasso sexo com meu namor...

  • Felipe

    Boa tarde,tenho 23 anos e esta me acontecendo algu...

  • Anónimo

    Olá, eu só quero compartilhar minha experiência co...

  • Cláudio dos Anjos

    Também vivo nesse inferno emocional desde os 4-5 a...

  • Anónimo

    Boa noite.... Tenho 54 anos e levo uma vida sexual...